Protese Dentria Fixa Ou Móvel

PROTÉSE DENTÁRIA FIXA X MÓVEL? QUAL É A MAIS INDICADA?

Na perda de um ou mais dentes, ou até mesmo todos eles, orientamos utilizar uma prótese dentária como forma de resgatar o sorriso. Mas entre a fixa e a móvel, qual escolher?
Todo o planejamento vai depender do desejo do paciente, do que o caso necessita, e do que se pode alcançar de acordo com a disponibilidade financeira.

QUAL DIFERENÇA ENTRE PROTÉSE DENTÁRIA MÓVEL X FIXA?

A primeira diferença entre os dois modelos está na possibilidade de remoção ou não.
No caso da PRÓTESE MÓVEL, ela pode ser PARCIAL ou TOTAL. “A Prótese PARCIAL pode ser adaptada aos elementos dentários impedindo que se solte através de grampos.
A Prótese TOTAL popularmente conhecida como dentadura é recomendada para casos em que houve perda de todos os dentes. Ela é feita a partir de moldagens que reproduzem a anatomia da arcada superior (maxilar) e da arcada inferior (mandíbula) do paciente. Possui uma estrutura removível e dentes de resina mais resistentes.
Depois de pronta, a prótese fica apoiada sobre a mucosa, ou seja, na gengiva, o que facilita a colocação e a retirada da boca. Contudo, algumas pessoas ficam INSEGURAS com a possibilidade de MÁ FIXAÇÃO

No caso da Prótese TOTAL FIXA, também conhecida como PRÓTESE SOBRE IMPLANTES. Proporciona ao paciente uma excelente qualidade mastigatória, e este tratamento é feito em duas fases.
A PRIMEIRA FASE é a cirurgia, quando os implantes de titânio na forma de parafusos são fixados diretamente sobre o osso da maxila ou da mandíbula, os implantes osseointegrados funcionam como substitutos das raízes naturais dos dentes e servem como suporte para a prótese, que pode ser parafusada em cima deles, este tratamento possui uma técnica moderna onde o paciente não sente dor.
Na SEGUNDA FASE, chamada de etapa protética, poderá ser instalada uma prótese fixa, parafusada nos implantes ou cimentada sobre uma estrutura metálica parafusada nos implantes.

QUAL DAS DUAS PRÓTESES É A MAIS INDICADA?

Existem alguns pontos a se pensar na hora de decidir qual prótese usar.
Em primeiro lugar, o que determina a escolha de uma ou outra é o histórico clínico e médico do próprio paciente. Depois, há em ambas opções requisitos mecânicos, estéticos e biológicos específicos, e por isso vai depender de cada caso.
Se você prefere ESTÉTICA, CONFORTO e uma maior preservação da estrutura dentária, a mais indicada seriam as FIXAS, pois as parciais perdem nesse quesito.
Já se o desejo é reduzir custos, deve-se optar pelas removíveis.

EXISTEM ALIMENTOS QUE DEVEM SER EVITADOS NO USO DE PRÓTESE DENTÁRIA?

Não há uma proibição quanto aos alimentos. No entanto, no início é importante selecionar o que vai comer. É necessário um período inicial de adaptação, para que se acostume com a mastigação da prótese antes de mastigar alimentos duros.
Para exemplificar, a dentadura pode diminuir em 80% a potência muscular do paciente. Outro ponto a ser destacado é a ingestão de doces pegajosos e pães, que são capazes de deslocar a prótese.
Pensando nisso, o avanço da odontologia trouxe a PRÓTESE SOBRE IMPLANTES. Ela faz com que a mastigação do paciente seja semelhante à de pessoas com a dentição natural. Isto ocorre porque o método recupera a estabilidade e eficiência mastigatória.

COMO HIGIENIZAR A MINHA PRÓTESE?

Caso a sua nova parceira bucal seja removível, é importante escovar não só os dentes remanescentes. Deve-se também escovar a prótese com uma escova dura e com sabão neutro ou então um creme dental não abrasivo.

Alguns acessórios disponíveis no mercado são ideais para higienização da prótese tipo protocolo. Uma delas é a escova modelo unitufo, que possui formato que alcança com facilidade e limpa essa região.
Outro aliado é o fio dental com uma das pontas rígida, como um fio de nylon, que facilita na inserção no local. A outra extremidade tem aspecto esponjoso, que expande e limpa toda a região com delicadeza.
Outro modelo recomendado para o paciente é o passa fio (peça plástica em formato de agulha com orifício para encaixe do fio) que facilita na inserção do fio no local.
Existem aparelhos que jogam jatos de água sob pressão e são eficientes para a limpeza debaixo da prótese, sendo que o mais conhecido desses aparelhos é o Waterpik.

Ortodents Clínica odontológica em Anapolis
× Converse conosco